quarta-feira, 10 de Outubro de 2012

Paella


A paella (em castelhano e catalão) é um prato à base de arroz, típico da gastronomia espanhola e que tem as suas raízes na comunidade de Valência - daí que em Portugal seja comummente conhecido como Arroz à Valenciana.



Paella ou Arroz à Valenciana

Material
A base da paella é naturalmente o arroz, o açafrão e o marisco. Podem juntar as proteínas que assim entenderem: camarões, lulas, frango, porco, delícias do mar, mexilhões, o que vos apetecer! Na nossa usámos:
300g camarões
200g lulas às rodelas
1 chávena de ervilhas 
4 dentes de alho
2 folhas louro
Azeite (2/3 colheres sopa)
50g bacon em pedaços
1 peito de frango
200g amêijoas 
1/2 pimento vermelho cortado aos cubos
3 tomates pequenos cortados em pedaços
3 colheres sopa de polpa tomate
1 colher sopa açafrão
1 cebola cortada em cubos
chouriço
sal q.b.
pimenta q.b.
1 copo de arroz estufado
1 caldo de galinha


Execução : 
Refogar os dentes de alho picados, juntando depois o chouriço às rodelas, o frango e o bacon.
Temperar com sal e pimenta.
Deixar alourar o frango e juntar depois o pimento, os camarões, as lulas, o tomate, a polpa de tomate, a cebola e as folhas de louro. Juntar o caldo de galinha.
Deixar cozinhar um pouco.
De seguida juntar as ervilhas, o arroz e as amêijoas. Juntar o açafrão. Rectificar os temperos.
Juntar 2 copos de água, de preferência quente. Mexer, pela última vez e deixar cozinhar até secar a maior parte da água.

Um truque que a nossa apreciada Nigella nos ensinou foi que a única coisa com que se deve depois mexer o arroz é um garfo, para que o arroz fique soltinho e não pegue. Superb! 

Simples! Bom apetite!



sábado, 6 de Outubro de 2012

Lulas com Ervilhas em Molho de Açafrão

Jantares em cerca de 30 minutos.

Mas espantem-se, fui eu que fiz este! O Miguel fez a sobremesa, que ainda está a repousar no frigorífico.




Lulas com ervilhas em molho de açafrão

Material
800g de lulas limpas cortadas em pedaços
azeite
1 cebola pequena picada
2 dentes de alho picados
1 pimento vermelho cortado em cubinhos
2 tomates maduros cortados em cubinhos (a nossa levou 4 pequenos)
1 folha de louro
2 colheres de chá de açafrão 
ervilhas a gosto
80 ml de vinho branco
200 ml de natas (light, se quiserem)
Sal
Pimenta


Execução : 
Num tacho, levar ao lume o azeite, a cebola, os alhos, a folha de louro, o tomate e o pimento.
Mexer e deixar refogar.
Adicionar ao refogado as lulas.
Temperar com um pouco de sal e pimenta. Cuidado com o sal! As lulas absorvem o sal todo e se colocarem demais a receita ficará demasiado salgada. Coloquem uma pitadinha, lembrem-se que se ainda assim acharem insosso sempre podem adicionar, mas se ficar salgado... nada feito!
Juntar o açafrão, as ervilhas e o vinho branco.
Mexer, tapar e deixar cozinhar aproximadamente 20 minutos até as ervilhas e as lulas estarem cozidas.
Depois de tudo cozido, adicionar as natas.
Mexe e deixar apurar alguns minutos, até pode ser com o lume apagado.
Depois do molho apurado, está pronto a servir, com um arroz branco simples.

Receita adaptada de Sabor Intenso! Bom apetite!


segunda-feira, 1 de Outubro de 2012

Bolo de Chocolate à 128

 "All you need is love. But a little chocolate now and then doesn't hurt." Charles M. Schultz


Bolo de Chocolate com recheio de leite condensado e nozes

Material
Para o bolo:
6 ovos
150g açúcar
120g farinha
2 colheres chá fermento
2 colheres sopa chocolate em pó

Para o recheio:
1 lata de leite condensado cozido
nozes q.b.

Para a cobertura:
1 tablete de chocolate Pantagruel
100ml natas


Execução : 
Misturar as gemas com o açúcar até obter um creme esbranquiçado, depois adicionar a pouco e pouco a mistura de farinha, fermento e chocolate em pó. Bater as claras em castelo que são então adicionadas também á anterior mistura, envolvendo com cuidado.
Colocar  a massa numa forma untada com manteiga e coberta com farinha.
Levar ao forno a 180º durante 30 a 35 minutos.

Depois de frio, cortar com cuidado em duas partes.

Fazer uma calda com água e açúcar, para regar ambas as partes do bolo para que fiquem húmidas. Sem exageros, é mesmo só para que o bolo não seque demasiado!

Colocar, no meio do bolo, a mistura da lata de leite condensado com as nozes. Juntar as duas camadas do bolo com cuidado.

Num tachinho, à parte, misturar o chocolate partido em pedaços com as natas e deixar derreter completamente. A gosto juntar açúcar, se acharem amargo.

Cobrir o bolo e decorar com pepitas ou raspas de chocolate.

Bom proveito!


domingo, 29 de Abril de 2012

Tarteletes de Morango

Domingo é dia de passeio, e às vezes encontram-se coisas nas lojas dos chineses, que nem sabíamos que queríamos!






Tarteletes de Morango

Material

massa quebrada ou folhada
morangos
50g açucar em pó
sumo de limão

Para o creme:
1/2 L leite
100g açucar
3 gemas de ovo
50g farinha maizena
2 cascas de  limão

Execução : 
Juntar todos os ingredientes do creme num tachinho e levar ao lume até engrossar.
Colocar a massa nas forminhas untadas com manteiga e farinha. Fazer uns furinhos na massa.
Colocar o creme nas forminhas e levar ao forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 25 a 30 minutos, até ficarem coradinhas.
Entretanto, colocar num tachinho o açúcar em pó com o sumo do limão até ponto pérola.
Quando retirarem as tartes do forno coloquem os morangos (ou qualquer outra fruta que preferirem) sobre o creme, em fatias fininhas. Regar com o preparado do açúcar e sumo de limão.
Servir com um sorriso!


Obrigada Sandro pela foto! Bom regresso às ilhas amigo!

sábado, 28 de Abril de 2012

Tarte de Nata da Ingrid

Um pastel de nata gigante?! Gosto disto!!! E tão fácil!






Tarte de Nata da Ingrid


Material

massa quebrada ou folhada
5 gemas
200g de açúcar
2 colheres sopa farinha maizena
0,5L de leite
casca de limão


Execução : 
Dispor a massa numa tarteira. Furar com um garfo, para que a massa possa respirar durante a cozedura.
Colocar todos os ingredientes num tachinho e cozinhar até engrossar.
Colocar a mistura na tarteira e levar ao forno pré-aquecido a 180º. Tempo? Até ficar tostadinha em cima! Qualquer coisa como 30 minutos.

Fácil!

Quase tão fácil como visitarem a página da nossa amiga, Bijuteria Noz Moscada e deliciarem-se também com as peças dela! Beijinhos!!!

domingo, 19 de Fevereiro de 2012

Clássicos no 128

Ultimamente a cozinha 128 tem explorado a sua veia mais pasteleira, na confecção de bolos e hoje é noite de clássicos! Até a Miura aprova!






Bolo de Bolacha



Material

2 pacotes de bolacha Maria
250g de manteiga
250g de açúcar fino
3 gemas de ovo
Café açúcarado q.b.


Execução do Bolo
Bate-se a manteiga até ficar um creme branco. Junte o açúcar aos poucos e de seguida junte uma gema de cada vez. Bater tudo até o creme ficar homogéneo.

Passam-se as bolachas Maria por café, uma de cada vez. Cuidado, não as ensopem porque senão...! 
Colocam-se as bolachas conforme o prato ou a disposição de cada um e barra-se a camada com o creme.
Façam mais uma camada de bolachas e barrem novamente as bolachas.
Repetir o processo até acharem que o bolo está com a altura ideal. Guardem algumas bolachas para depois decorar!
Quando  terminarem as camadas de bolachas, cubram o bolo com o restante creme por cima e à volta.
Decorem com a bolacha esmigalhada.

Levea-se ao frigorifico durante cerca de 2 horas até ficar fresco e d
epois de frio está pronto a servir.

Receita adaptada de http://www.saborintenso.com

domingo, 11 de Dezembro de 2011

Bolo de Ananás da Dona Aida

A cozinha, como divisão da casa, é um espaço de partilha a imensos níveis. Aqui trocam-se ideias, conversas, experiências e de tanto em tanto tempo, até aprendemos qualquer coisa pelo caminho.


Material
6 ovos
200 g de amêndoas
2 colheres de sopa de pão ralado
1 colher de sopa de fermento
250g de açucar
1 lata de ananás
1 pacote de natas


Execução do Bolo
Bate-se as gemas com açúcar e a seguir junta-se a amêndoa ralada e o pão ralado. Por fim junta-se as claras em castelo. Quando o bolo estiver cozido abre-se ao meio e ensopa-se uma parte do bolo com a calda do ananás. Depois junta-se uma camada de natas no meio do bolo. Depois junta-se o ananás (cortado aos pedacinhos) no meio do bolo. Por fim junta-se as 2 partes do bolo e barra-se o resto das natas e do ananás na cobertura do bolo. Serve-se frio.


Receita gentilmente cedida pela D. Aida da Sadofly. Visitem o site do negócio de modelismo da D.Aida e do Sr.Domingos! Muito obrigada!

Decoração magnificamente executada pela família Caleta! Até a pequena Aurora provou este bolo!:)

domingo, 4 de Dezembro de 2011

Bolo "Explosão de Frutos Silvestres"


Este foi provavelmente o bolo que mais rapidamente desapareceu da Cozinha 128, com o pessoal a comer duas fatias de cada vez! Alguém até lhe chamou Brutus Silvestres! Estava bom demais!!


Material
Para o bolo:
200g manteiga
200g farinha
200g açúcar
4 ovos
2 colheres chá fermento em pó


Para a cobertura e recheio:
400ml natas frias
3 colheres sopa de açúcar
cerca de 200g frutos vermelhos (nós comprámos congelados, mas se conseguirem frescos, tanto melhor!)


Execução do Bolo
Misturar a manteiga com o açúcar com a batedeira até formar um creme esbranquiçado.
Juntar os 4 ovos, adicionando um de cada vez enquanto se bate com a batedeira.
Depois de estar tudo bem misturado juntar a farinha com o fermento, envolvendo bem a mistura, deixando respirar.
Numa forma untada e enfarinhada a mistura vai ao forno a 180º, durante cerca de 25 minutos.
Quando pronto cortar ao meio. Aqui fica um video com dicas do nosso amigo Jamie http://www.youtube.com/watch?v=ZNA_HF289o4

Execução da Cobertura/Recheio:
Bater as natas com o açúcar até ponto de chantilly.
Juntar os frutos silvestres, envolvendo bem até ficar com uma cor rosada.



Botar o recheio no meio, a cobertura por cima e KABOOM!!! deliciem-se com os mirtilos a rebentarem na boca! 

domingo, 30 de Outubro de 2011

Bolo de Romã


O Outono parece ter passado ao lado, mas o pessoal não se esquece das delícias que só esta estação pode oferecer. Depois de uma tarde no Vale dos Barris, alguns arranhões, um saco cheio de romãs e amêndoas, o resultado foi este:


Material
Para o bolo:
6 ovos
2 chávenas de açúcar mascavado
2,5 chávenas de farinha
1 colher de chá de fermento para bolos
1/2 chávena de óleo
1 chávena de leite
1,5 chávenas de romãs (não se esqueçam de guardar um pouco mais para além desta medida para depois decorar o bolo)

Para a cobertura e recheio:
1 lata de leite condensado
2 chávenas de leite
1 colheres de sopa de açúcar mascavado
2 colheres de sopa de farinha maizena
canela


Execução do Bolo
Juntar os ovos inteiros com o açúcar mascavado; misturar bem
Juntar a romã, o óleo, o leite e mexer bem.
Juntar a farinha com o fermento
Levar ao forno numa forma untada e polvilhada (o nosso levou pouco mais de 50 min a 180º)

Execução da Cobertura/Recheio:
Num tacho juntam-se os ingredientes, leva-se ao lume a engrossar


Depois é só cortar o bolo ao meio, colocar a mistura, polvilhar com canela e voltar a fechar.
Voltar a colocar a mistura por cima. Decorar com romã.


Perfeito para uma tarde de Outono! Bon apetit!

sexta-feira, 23 de Setembro de 2011

Massa Penne com Molho Branco de Camarão, Alho Françês e Cogumelos





Jantares para 2, durante a semana!

Material:

Massa penne (ou outra massa)
Miolo de camarão
1 alho françês
cogumelos
1 pacote de natas (light, se o preferirem!)
pimenta preta
sal
azeite
malagueta
coentros
alho



Execução:

Cozer a massa al dente.
Entretanto, no wok, juntar o azeite ao alho, deixando alourar.
Juntar o miolo do camarão, os cogumelos a gosto e o alho françês cortado às rodelas fininhas.
Temperar com sal, pimenta e a malagueta. Deixar cozinhar, 7 a 8 minutos.
Rectificar os temperos. Colocar as natas. Servir 1 minuto depois!
Colocar o molho sobre a massa com um toque de coentros.


Tempo gasto:

20 minutos (preparação e confecção)




Bon apetit, mes amis!